Início Facebook Site E-mail

sábado, 19 de novembro de 2011

HISTÓRIA DO RIMMEL OU MÁSCARA


No Brasil e em vários outros países usamos a palavra  ‘rímel’ (ou rimmel) para denominar as máscaras para os cílios. Na verdade poucas consumidoras sabem que Rimmel é o nome de uma empresa, fabricante de produtos de beleza. 



A empresa Rimmel nasceu em 1820, quando o pai de Eugène Rimmel que havia estudado com o professor Lubin, célebre perfumista da imperatriz Josefina (esposa de Napoleão I) resolveu se instalar na Avenida Bond Street, em Londres. Aos 24 anos, Eugène já havia se tornado um grande expert em perfumes e compreendeu cedo a importância da propaganda para divulgar mais amplamente seus produtos. 



Ele começou a publicar catálogos e a vender à distancia. Quando faleceu, seus dois filhos desenvolveram internacionalmente uma gama extensa de cores e novos produtos, sobretudo as máscaras para cílios, produto revolucionário da marca. Estas máscaras fizeram tanto sucesso que ‘rimmel’ se tornou o termo empregado para denominar ‘máscara’ em várias línguas.



A marca é conhecida por não se sujeitar às regras. A empresa sempre seguiu novas tendências ecléticas e se inspirou do estilo único das ruas de Londres para criar belezas diferentes das que eram vistas em Milão, Nova York ou Paris. Rimmel soube ousar criando tendências novas e não seguindo as tendências do momento. Ela soube se exprimir e inspirar as pessoas com seu espírito audacioso e a beleza ‘made in London’.


Após a segunda guerra mundial, Rimmel foi comprada por Robert e Rose Caplin, que eram também proprietários de uma agencia publicitária londrina. Estes novos proprietários aumentaram os produtos de maquiagem da marca Rimmel, modernizaram as embalagens e criaram novos tipos de paletas individuais.
Durante 1970 e 1980, a empresa passou pelas mãos de diversos proprietários até ser comprada pela Coty em 1996. Desde então a marca tem crescido exportando seu look londrino para 40 países e se estabelecendo como a mais bem sucedida marca de cosméticos britânicos.
Os filhos de Eugène Rimmel lançaram a máscara para cílios no mercado no ano 1880.
 Em seguida, a máscara foi modernizada por T L Williams em 1915. Ele acrescentou vaselina à fórmula anterior e pó de carbono para intensificar o olhar. Quando sua irmã Maybel usou esta mistura para seduzir seu namorado, ela lhe inspirou para batizar a nova máscara com o nome de Maybelline. E, assim, em 1917, nasceu a empresa Maybelline Company! Em 1929 esta máscara foi aperfeiçoada com óleo de rícino e novas proteínas que permitiriam o crescimento dos cílios. Esta nova máscara foi batizada com o nome de Ricil´s e era totalmente indicada para olhos sensíveis.




Em 1935, dois irmãos franceses da família Havlick, aperfeiçoaram a máscara e criaram um modelo de máscara compacto. Acrescentaram cera de abelha à formula e uma pequena escova. Lançaram, posteriormente a empresa Arcancil Paris. Em 1939, Helena Rubinstein criou a máscara para cílios à prova d´água e, em 1957, uma máscara recarregável para cílios, com uma escova integrada nomeada Máscara Matic, que foi rebatizada de Long Lash em 1964. Esta máscara já oferecia todos os benefícios procurados pelas mulheres: à prova d´água, não deixava os cílios duros (por conter fibras de seda), e proporcionava volume e comprimento aos cílios.




Em 1971, foi lançada a máscara Great Lash. A inovação desta invenção concerne sobretudo a embalagem da máscara: um tubo rosa e um cabinho da escova verde. Este produto se tornou a máscara preferida das manequins internacionais por conferir comprimento aos cílios e por causa de sua cor intensa obtida com uma grande quantidade de pigmentos negros. Somente em 1985 é que as máscaras coloridas foram criadas.




A máscara Cil Extreme (também conhecida como Kéracils) nasceu em 1987. Trata-se de uma máscara feita com melanina e queratina, substancias já presentes naturalmente nos cílios.
Em 1993, foi criada a máscara Spectacular cuja escova proporciona um alongamento incrível dos cílios.
Em 1996, nasceu a máscara Generous que possibilita a impressão de se ter cílios generosos, volumosos. A propaganda desta máscara promete um efeito triplo sem grudar!
Em 1999, Vertiginous foi criada: uma nova máscara que curva e protege extremamente os cílios.
Em 2001 nasceu a máscara de dupla aplicação: uma substancia branca que alonga os cílios e, em seguida, a escova que os tinge com a cor escura.



Em 2004 nasceu Hypnose, uma máscara com ceras e agentes que curvam e permitem às mulheres esculpir os cílios. Esta máscara promete a multiplicação do volume dos cílios por 6!

E as máscaras continuam evoluindo! A lista dos nomes não é exaustiva pois há tantas outras que não citamos (Fatale, Telescopic, Phyto Mascara...)










2 comentários:

  1. Adorei o post e o blog, super legal e aconchegante!!!!
    Parabéns pelo o espaço!!!
    beijos

    seguindoo aqui!

    ResponderExcluir