Início Facebook Site E-mail

quarta-feira, 4 de julho de 2012

OLIVIER ECHAUDEMAISON



Olivier nasceu em 1941, no Périgueux,  em uma família de fruticultores e iniciou sua carreira na moda como cabeleireiro aos 17 anos de idade, em Paris. 




Quando foi promovido a diretor artístico do salão Alexandre,decidiu abandonar a carreira de cabeleireiro e se dedicar à maquiagem, tornando-se MUA da Vogue inglesa. É considerado um pioneiro pois a profissão de maquiador não existia ainda.

Em 1988, foi contratado por Givenchy para ser diretor artístico da marca e  criar uma linha de maquiagem denominada 'Prismes'.  Olivier permaneceu 10 anos na empresa.

Alguns anos mais tarde, quando foi nomeado diretor criativo da tradicional e prestigiosa Maison Guerlain, reformulou e enriqueceu a famosa TERRACOTTA de Guerlain, declinando-a em múltiplos produtos e tornando-a acessório indispensável de qualquer nécessaire feminino.





Adepto da modernização, Olivier sempre contrata novos artistas a fim de obter trabalhos diversificados, luxuosos, dinâmicos. Para o batom Kiss Kiss, por exemplo, ele contratou Hervé Van der Straeten, grande e célebre designer. Para a reedição do batom Rouge G, ele contou com a colaboração de Lorenz Baumer, famoso artista joalheiro da praça Vendôme. 


ROUGE KISS-KISS


Ele reconhece que reeditar antigos produtos com looks diferentes não é algo fácil pois é difícil sempre fazer melhor a cada vez e é exatamente por isso que decidiu investir em ousadia e criatividade visto que as considera ingredientes capazes de transcender os produtos sem trair sua essência.


Revelar as mulheres em vez de transformá-las

"Devemos proceder usando toques delicados, trabalhando as texturas. Estas devem ser voluptuosas, tão macias como a pele’.




“Guerlain não é uma Maison de moda, mas de estilo'. 

Quando o assunto é fragrância, ele ensina que o perfume deve estar presente nos cosméticos da maison, mas de forma sutil. Assim, Os Météorites têm perfume de violeta, a Terracotta tem perfumes de ‘sous le vent’...




A cor vermelha para OLIVIER :
'O vermelho é uma cor exaltante, cheia de energia, cativante. Quando me pedem para pensar em um produto de beleza e maquiagem, o batom vermelho é o primeiro objeto que me vem à cabeça. Porque o vermelho e não ou rosa ou o beige? 



Bem, na França, o batom vermelho se tornou o símbolo da maquiagem, o acessório que as pequenas meninas roubam de suas mães por volta dos 4 ou 5 anos para se tornarem princesas, estrelas ou divas. A cor que transforma a garota ingênua em uma mulher fatal!




 Uma cor colocada nos lábios que ressalta as bochechas, faz brilhar os olhos, ilumina o sorriso. Em um dia cinza, um batom vermelho ilumina tudo! É o complemento indispensável ao vestido preto para transformar-se em uma parisiense sexy. O toque de sofisticação indispensável para a noite!'



A regra de ouro de Echaudemaison : ‘A simplicidade e a pureza, são resultados que devem ser esquecidos’... 





Nenhum comentário:

Postar um comentário