Início Facebook Site E-mail

sexta-feira, 10 de maio de 2013

TUDO SOBRE O TRABALHO DO MAQUIADOR PROFISSIONAL NA FRANÇA




Em um backstage de cinema, nos bastidores de um teatro ou de um desfile de moda, o maquiador profissional realiza a maquiagem de atores ou manequins. Exercer esta profissão em um salão de beleza, clínica estética ou trabalhar com vendas são outras alternativas . Em qualquer contexto que seja, não é suficiente saber aplicar os métodos básicos: é necessário possuir ou desenvolver um senso artístico pessoal e provar constantemente possuir  imaginação e criatividade.



Além disto, o domínio da língua inglesa é exigido para quem deseja trabalhar no exterior ou com desfiles de moda na Europa. 

Na França não há diploma nacional que sancione a profissão, por isto apenas escolas privadas oferecem formações especializadas. A sensibilidade artística é imprescindível para este profissional e é por esta razão que os alunos encontrados nas grandes escolas de maquiagem  possuem perfis variados: muitos são diplomados em artes plásticas mas também encontramos público oriundo do universo da estética assim como cabeleireiros, estilistas, etc... A idade mínima exigida pelas escolas de formação profissional é de 18 anos. 

Caso você deseje trabalhar em um instituto de beleza na França, você deve ter um diploma de estética de primeiro ou segundo grau (CAP, Bac pro ou BP ‘estética-cosmética-perfumaria’; BTS estética-cosmética).
O universo do espetáculo e da moda é uma segunda possibilidade para quem deseja trabalhar com maquiagem artística. São cargos extremamente cobiçados cujas vagas são raras. Os períodos de trabalho frequentemente intensos são seguidos por longos meses inativos. Os maquiadores artísticos são considerados, na França, ‘intermittents du spectacle’ intermitentes do espetáculo e, assim como os demais trabalhadores deste universo, são remunerados com um salário que é denominado ‘cachet’ . Aqueles que conseguem se estabelecer e possuem bons contatos podem ganhar bem, mas muitos destes trabalhadores não conseguem viver apenas com este tipo de trabalho.



Além deste setor, o maquiador pode trabalhar em salões de beleza, clínicas estéticas ou em perfumarias (geralmente para uma marca de cosméticos que deseja divulgar seus produtos). Neste caso, uma formação anterior em Estética é exigida e na França há várias possibilidades de estudos que atestam níveis diferentes de especialização.

AS EXIGÊNCIAS DO MÉTIER...

-Realizar diversos tipos de maquiagens
-Ser capaz de criar maquiagens para espetáculos distintos
-Dominar técnicas de embelezamento mas também de envelhecimento e caracterização.
Em uma clínica ou salão, o profissional deve ser capaz de realizar as maquiagens demandadas pelas clientes.


Maquiagens de beleza, maquiagens artísticas, maquiagem corporal, efeitos especiais, técnicas de envelhecimento, maquiagem preta e branca... O maquiador deve dominar diversas técnicas, saber usar as cores, as sombras e as luzes para produzir os efeitos desejados. Deve saber apagar as imperfeiçoes da pele assim como criar personagens fantásticos, envelhecer comediantes...


QUALIDADES ESSENCIAIS

CRIATIVIDADE
SENSO DO DETALHE – ser minucioso e perfeccionista 
SER BILÍNGUE



SALÁRIO
(Dados correspondentes ao ano 2009)

Intermitentes do espetáculo recebem por cada filme ou espetáculo. Os salários destes profissionais dependem do budget dos projetos, do número de dias trabalhados, da notoriedade e da experiência profissional.

Assistente de Maquiagem: ganham a partir de 1118 euros
Maquiador(a): podem ganhar de 1600 a 2700 euros
Maquiador(a) chefe: a partir de 2900 euros



MERCADO DE TRABALHO
Na França, o principal recrutador dos maquiadores são as grandes marcas de cosméticos e as cadeias de lojas e perfumarias. Os profissionais serão responsáveis pela divulgação dos produtos para a clientela. Estes empregos podem evoluir para cargos de responsabilidade na França ou exterior.
Os institutos de beleza também recrutam maquiadoras titulares de diplomas (pelo menos do nível do CAP)

A terceira grande possibilidade é aquela da maquiagem artística. Neste tipo de trabalho, os profissionais exercem como free-lancers no universo da moda e dos espetáculos e são remunerados com cachet.

Sobretudo na região francesa Île-de France (a mais populosa e onde está localizada a cidade de Paris), o mercado concerne estas três possibilidades descritas. Ainda assim, as oportunidades de se trabalhar  como maquiador na França são reduzidas e o profissional da maquiagem deve ser capaz de mobilidade (mudanças constantes de emprego e de cidade) ao longo de sua carreira.



EVOLUÇÃO PROFISSIONAL DO MÉTIER

Na França, você começa na profissão como ASSISTENTE DE MAQUIAGEM e ajuda um(a) maquiador(a) experiente durante algum tempo.



Depois de alguns anos, você pode se tornar MAQUIADOR(A).


Posteriormente, após alguns anos, depois de trabalhar como maquiador(a), você pode se tornar MAQUILLEUSE CHEF/MAQUILLEUR CHEF – maquiadora chefe ou maquiador chefe. Este tipo de denominação existe oficialmente apenas no cinema. Para obter a carteira de identidade profissional do CNC (Centro Nacional de Cinematografia) você deve provar ter trabalhado para 7 sets cinematográficos. Nos outros setores (espetáculos ao vivo), os maquiadores que fazem a criação das maquiagens podem ser designadas por este título (Maquiador(a) chefe) mas de maneira mais informal.



 TRADUZIDO E ADAPTADO POR KRIS XIVA
do site francês sobre orientação profissional


Um comentário:

  1. Parabéns ....uma grande aprendizado para maquiadores como eu, que quer saber mais sobre a historia da maquiagem e suas particularidade.

    ResponderExcluir